A venda da totalidade do capital da VORTAL à DOCU Nordic, empresa detida pela Stirling Square Capital Partners, foi concluída. A VORTAL era detida pelo Fundo Vallis Sustainable Investments I, Netcorp, Pathena e MEO.

A VORTAL é líder em contratação eletrónica a nível mundial, oferecendo soluções de eSourcing e eProcurement a milhares de compradores públicos e privados, que através da sua plataforma têm acesso a uma comunidade internacional de fornecedores qualificados. A VORTAL tem como missão ajudar os seus clientes a comprar melhor e a vender mais para atingirem níveis elevados de desempenho.

A VORTAL apoia os seus clientes a nível global, a partir dos seus escritórios em Portugal, Espanha, Alemanha, Itália e América Latina, contando com mais de 350.000 clientes em todo o mundo, desde pequenos municípios a organismos nacionais de contratação, como também pequenas e grandes empresas privadas, incluindo instituições financeiras.

Nos últimos cinco anos a VORTAL duplicou a sua atividade, tendo expandido as suas operações a nível internacional com especial enfoque na Europa e América Latina, tornando-se ainda reconhecida como top player de mercado no Quadrante Mágico da Gartner e como um dos maiores operadores globais de soluções de eSourcing e eProcurement.

Miguel Sobral, CEO da VORTAL comentou: “A VORTAL é líder na operação de plataformas de eSourcing nos setores Público e Privado, combinando soluções orientadas para o comprador com um eMarketplace B2B capaz de identificar os fornecedores mais competitivos e qualificados. Para os fornecedores, a VORTAL oferece ferramentas inovadoras de geração de oportunidades de venda e de market intelligence, proporcionando às empresas um conhecimento adicional para se tornarem mais competitivas e aumentarem as suas taxas de sucesso. Estamos entusiasmados em fazer parte da DOCU Nordic e ter o apoio da Stirling Square, sendo uma oportunidade para conduzir a empresa ao próximo nível, combinando o crescimento orgânico através de uma proposta de valor ampliada e liderando a consolidação do mercado de eTendering público na Europa”

Eduardo Rocha, CEO da Vallis referiu: “Estamos muito satisfeitos por termos concluído com sucesso esta transação, que é o corolário do trabalho árduo e da mentalidade inovadora alcançada por toda a equipa da VORTAL nos últimos anos. O facto de esta transação ocorrer num período de incerteza global reforça ainda mais a confiança nos fundamentais do negócio sólidos da VORTAL. Quero agradecer a todos os envolvidos na transação, à equipa da VORTAL, todos os acionistas vendedores e à equipa da Stirling Square Capital Partners, desejando-lhes todo o sucesso para a próxima fase de crescimento da VORTAL na arena digital global.”

Stefan Lindqvist, CEO da DOCU Nordic comentou: “Estamos entusiasmados para trabalhar com a equipa da VORTAL e continuar o crescimento do negócio como parte do nosso grupo. Vemos um grande potencial na expansão geográfica de nossos dois modelos de negócios complementares, apresentando a oferta da VORTAL na região Nórdica e levando a nossa oferta para os mercados domésticos da VORTAL.”

Henrik Lif, Partner da Stirling Square Capital Partners acrescentou: “Estamos muito satisfeitos com a aquisição da VORTAL e damos as boas-vindas a todos os colaboradores ao grupo DOCU Nordic. Esperamos apoiar a VORTAL na expansão do seu negócio nos mercados atuais e novos.”

Sobre a Vallis Capital Partners:

Sociedade Gestora de Fundos Independente, totalmente controlada por seus Sócios Fundadores, focada exclusivamente na classe de ativos de Private Equity com Ativos Sob Gestão de cerca de 200M€, endossando a criação de valor intrínseca de longo prazo e a gestão ativa de portfólio.

Através dos seus Fundos Sustainable Investments I e II, a Vallis investe em PME ibéricas com elevado potencial de crescimento, cujos vetores de procura de longo-prazo estão fortemente correlacionados com o desenvolvimento sustentável. A Vallis investe em vários setores, predominantemente em Saúde, na cadeia de valor Alimentar e em negócios de TI.

A Vallis Capital Partners é um Investidor Socialmente Responsável com forte enfoque em questões Ambientais, Sociais e de Governo da Sociedade, sendo a primeira gestora de ativos portuguesa a tornar-se signatária dos Principles for Responsible Investment (PRI) das Nações Unidas em 2015.

Sobre a Netcorp:

Veículo de investimento usado pela equipa de gestão para tomar a participação de 21% no capital da VORTAL, desde o MBO parcial em 2008. A partir de agora, a empresa liderada pelo Rui Dias Ferreira vai focar os investimentos em start-ups de elevado conhecimento e crescimento nos domínios da IA, data science, informação de artistas e outras áreas de forte inovação, e também no patrocínio da mobilidade social e das artes.

Sobre a Pathena:

Sociedade de Capital de Risco com Ativos Sob Gestão de cerca de 70M€, focada na criação de valor através do investimento e desenvolvimento em Tecnologia e em Saúde Digital / Medicina Digital.

Sobre a MEO:

A MEO, empresa do Grupo Altice Portugal, é uma operadora global de telecomunicações líder a nível nacional em todos os segmentos em que atua. Dispõe de uma oferta de produtos e serviços inovadores nas áreas de telecomunicações e multimédia, direcionados para os segmentos de Consumo e Empresarial.

Detém a maior rede de fibra ótica e a maior cobertura de rede móvel do país e é a marca que mais investe em Portugal.

Sobre a DOCU Nordic:

Principal fornecedor de informações para a indústria de construção Nórdica e Checa / Eslovaca, servindo também os setores do imobiliário e saúde Nórdicos. A empresa oferece aos seus clientes informações de mercado extremamente relevantes e serviços de business intelligence, essenciais para identificar e gerar oportunidades de venda. A DOCU Nordic possui uma base de dados proprietária baseada no acesso exclusivo aos participantes da indústria, uma equipa de pesquisa dedicada e tecnologia automatizada de compilação e análise de dados. A DOCU Nordic conta com cerca de 450 colaboradores distribuídos pelos seus escritórios na Suécia, Dinamarca, Noruega, Finlândia e República Checa.

Sobre a Striling Square Capital Partners:

Fundada em 2002, a Stirling Square Capital Partners é uma Sociedade Gestora de Private Equity pan-Europeia, focada em investimentos de mudança transformacional em empresas com valorizações entre os 50M€ e os 500M€. A Stirling Square Capital Partners gere €2.500 milhões em três fundos ativos, contando com uma base de investidores global e diversificada.

19 de agosto de 2020