ENCRIPTAÇÃO DE DADOS

Um dos controlos implementados pela VORTAL nas suas plataformas é o processo de encriptação de propostas, processo este crítico para garantir a segurança no que diz respeito à preservação da confidencialidade das informações transacionadas pelos clientes na plataforma. A VORTAL implementou este processo de acordo com as mais reconhecidas normativas internacionais e exigências legais em vigor.

Para cada procedimento é gerado um Certificado Digital VORTAL único que é utilizado para encriptar assimetricamente a informação relacionada com esse procedimento.

A chave privada do certificado desse procedimento fica sob custódia da VORTAL, tal como exigido pela lei, sendo a sua guarda assegurada através de procedimentos de segurança internos robustos e devidamente certificados pelo auditor externo.

Esta chave apenas é disponibilizada ao júri do procedimento, para desencriptação da informação, no momento e condições previstas na legislação para a abertura do procedimento e propostas, garantindo a VORTAL dessa forma que não é possível a informação ser acedida antes de reunidas todas essas condições.

Este controlo é exigido nos procedimentos de contratação pública em Portugal, pela Lei 96/2015, sendo todos os processos de emissão, custódia e proteção de chaves, disponibilização ao júris dos procedimentos, alvo de auditorias de segurança realizadas por um auditor externo credenciado pelo Gabinete Nacional de Segurança, além se encontrarem incluídos no âmbito da certificação do sistema de segurança da VORTAL na norma internacional ISO 27001.