A tecnológica portuguesa VORTAL ganhou os concursos internacionais para o fornecimento da solução de compras eletrónicas para a EMT – Empresa Municipal de Transportes de Madrid e também para o Conselho de Europa, sediado em Estrasburgo.

Com estes dois novos contratos, em 2017 a faturação internacional da VORTAL, oriunda dos compradores, ultrapassa pela primeira vez os 50%. A competitividade das soluções, aliada à tecnologia e versatilidade da sua oferta tem sido os principais fatores de eleição nos novos contratos obtidos pela VORTAL.

 

Contrato com a EMT - Empresa Municipal de Transportes de Madrid

A Empresa Municipal de Transporte de Madrid (EMT) adjudicou á VORTAL a implementação da plataforma de contratação pública eletrónica Next>, para adequar os seus modelos de compra à nova lei de contratação pública, que entra em vigor em Espanha no próximo dia 9 de Março. O contrato terá a duração de três anos e um investimento de 323.500€, permitindo à EMT utilizar o serviço de leilões eletrónicos e aceder à plataforma de licitação para a realização de todas as compras da entidade.

A EMT é o principal operador de transportes da capital espanhola, com 2000 autocarros, 209 linhas, 20 parques automóveis e 165 estacões BiciMad. O novo contrato vem consolidar a liderança da VORTAL em Espanha. A empresa conta já com uma vasta experiência de projetos desta natureza em diversas entidades como por exemplo Metro de Madrid e AENA Aeroporto (o primeiro operador aeroportuário do mundo).

 

Contrato com Conselho da Europa

A VORTAL foi a vencedora do concurso internacional lançado pelo Conselho da Europa para fornecer a solução de eProcurement que irá suportar 88 milhões de euros em compras anuais. O Conselho da Europa tem como propósito a defesa dos direitos humanos, o desenvolvimento democrático e a estabilidade político-social na Europa. Tem personalidade jurídica reconhecida pelo direito internacional e serve cerca de 800 milhões de pessoas em 47 Estados, incluindo os 28 que formam a União Europeia.

A implementação de eProcurement que a entidade vai levar a cabo com a VORTAL terá a duração de 6 meses, e ao projeto estarão dedicadas 8 pessoas para suportar 8.700 ordens de compra, 6.000 fornecedores e 800 utilizadores. Com a utilização da plataforma VORTAL o Conselho da Europa pretende promover a transparência nos procedimentos realizados potenciando a não descriminação de fornecedores e a igualdade de oportunidades.